sábado, 18 de novembro de 2017

Por que algumas mulheres demoram pra G****? revela pesquisa.


Você já deve ter passado pela experiência de transar com uma menina que não gozou. Na verdade, é bem provável que isso tenha acontecido com você porque, segundo uma pesquisa realizada pelo Projeto de Sexualidade da USP (ProSex), aproximadamente 50% das brasileiras têm dificuldade para atingir o clímax durante o sexo. Os motivos apontados na pesquisa? Vergonha, receio, falta de conhecimento do próprio corpo e até mesmo receio de falar sobre o assunto abertamente, sendo que isso é uma verdade nua e crua nos dias atuais. Uma coisa é certa não há nada mais constrangedor e raivoso para uma mulher do que deixá-la na mão, vocês homens nunca esqueçam disso. Todos os finais de semanas procuramos levar até nossos leitores assuntos e informações nesse cunho, afinal de conta também é informações!!!.

Por que algumas mulheres demoram pra gozar?
Em outros casos, inclusive, o que atrapalha é a preocupação em fazer com que o parceiro sinta prazer e consiga atingir o auge, fazendo com que elas abdiquem da sua própria satisfação para impressionar o cara ou por medo de perder ele. Mas qual a origem desses sentimentos?
Por mais que a maioria das pessoas queira negar, existe uma diferença clara no comportamento e na criação de homens e mulheres. Enquanto para os homens a masturbação na adolescência é “normal”, para as mulheres ela ainda é um tabu. Para a maioria das garotas, tocar o próprio corpo é um ato desrespeitoso e impuro. Afinal, crescemos acreditando em vários mitos sobre o sexo. Como, por exemplo, o clássico: gostar de transar tira o seu valor como mulher. Meninas julgam outras meninas que admitem que já se masturbaram, mães e pais falam que o ato de se tocar é feio e impuro. Para os homens, o cenário é um pouco diferente. A masturbação é mais comum e mais aceita e, apesar de também ser um tabu, é vista com outros olhos por toda a sociedade. Como menos mulheres se masturbam e sabem como se tocar, menos mulheres gozam e levam isso para as suas relações sexuais.
Como os corpos femininos e masculinos são diferentes, a forma de alcançar o orgasmo também é. Como o órgão genial masculino é externo, é bem mais fácil e intuitivo estimulá-lo para alcançar o orgasmo. Com a mulher, o cenário é outro: o orgasmo feminino pode ser alcançado através do estímulo do clitóris, do estímulo do ponto G ou dos dois juntos, mas, apesar da mulher ter “mais jeitos” de gozar, chegar lá não é tão fácil assim porque o estímulo desses pontos não é tão intuitivo quanto o estímulo do pênis. Mas nem todas as mulheres são iguais e nem todas gostam do mesmo tipo de estímulo. Mais de 70% das mulheres não chegam ao orgasmo apenas com penetração e não conseguem gozar tão rápido ou tão intensamente com o estímulo do ponto G. Por isso, o estímulo do clitóris é a forma mais fácil de fazer ela gozar. Mas, mesmo assim, as coisas não são tão simples.
á fizemos vários textos e vídeos explicando como masturbar uma mulher mas, em resumo, é importante e fundamental fazer com que ela se sinta livre e relaxada. O orgasmo feminino, diferente do masculino, exige um estímulo mental muito maior, afinal, a mulher tem uma relação diferente com o sexo na nossa sociedade e, por isso, ela pode sofrer bloqueios psicológicos e nem perceber. Então, ela precisa ficar a vontade e se sentir livre. Por isso, abuse das preliminares, provoque ela, sinta o corpo dela e, acima de tudo: faça com que ela se sinta desejada e te deseje também. Depois, é só alegria: a masturbação do clitóris é a mais fácil, mas tome cuidado para não ir com muita sede ao pote porque essa região é muito sensível. O ideal, depois de encontrar o clitóris, é claro – o que é bem fácil de fazer, ele é aquele pontinho que une os lábios na parte superior da vagina. E se você tiver alguma dúvida, o google imagens é uma ótima ferramenta para te ajudar e enxergar o clitóris – é estimular ele com delicadeza, sem movimentos muito bruscos. O mais legal é fazer isso com a língua, afinal, ela é naturalmente mais anatômica e delicada. Em movimentos circulares e sem endurecer demais a língua, passeie pela região e sinta as respostas do corpo da garota. Isso, aliás, é fundamental: cada mulher gosta de um ritmo, então, veja como ela está reagindo aos seus movimentos e siga com calma. Você também pode colocar um dedo dentro da vagina dela para encontrar o ponto G – que é mais fácil de ser alcançado com o dedo. Para fazer isso, deixe o dedo em formato de gancho, com a ponta levemente inclinada pra cima, e coloque ele na vagina, cutucando a parede superior até encontrar uma parque meio enrugada e esponjosa. Esse provavelmente é o ponto G. Enquanto faz sexo oral nela, estimule esse ponto sem muita brutalidade – pelo menos no começo – e vai sentindo como ela reage. Agora que você já tem uma noção básica e entendeu as razões pelas quais muitas mulheres demoram para gozar, já pode começar a se preparar para tentar ser inesquecível para uma delas!










H.M.

.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...